Em uma ação socioambiental, mais de 10 toneladas de plásticos foram coletadas e doadas para reciclagem na Feiplastic 2015

A ação de educação ambiental fez parte da Operação Reciclar coordenada pela Plastivida e pelo Instituto do PVC.

Mais de 10 toneladas de plásticos de 27 empresas foram coletadas para reciclagem, entre os dias 4 e 8 de maio, na Feiplastic 2015, a maior feira do setor plástico da América Latina, realizada no Anhembi, em São Paulo. A Plastivida coordenou, em parceria com o Instituto do PVC, a terceira edição da Operação Reciclar, iniciativa que conta com a organização da Reed Exhibitions Alcantara Machado. Trata-se de um projeto de educação ambiental que tem como objetivo levar informações técnicas sobre os plásticos, mostrar a viabilidade da sua reciclagem e sua importância para o desenvolvimento social. 

Durante os dias do evento, todos os resíduos plásticos gerados, desde a montagem até a desmontagem dos estandes dos apoiadores da ação, foram coletados na Operação Reciclar. Um modelo de usina de reciclagem esteve em funcionamento durante a feira para que os visitantes acompanhassem o processo de preparação dos resíduos plásticos e sua transformação em novos produtos. Todos os tipos de plásticos coletados foram doados para a ONG Reciclázaro – Cooperativa Butantã, entidade responsável pela triagem e comercialização de resíduos para reciclagem, e toda geração de renda foi revertida para os cooperados.

De acordo com a ONG Reciclázaro, 15 famílias foram beneficiadas com a Operação Reciclar 2015. Cada cooperado recebeu em média R$ 587,69 além da renda padrão da Cooperativa. Este número significou um impacto de 50% de aumento na renda mensal dos cooperados. A venda dos materiais coletados na ação alcançou o valor de R$ 8.815,38.

Além da demonstração prática, a Operação Reciclar apresentou a exposição Plasticidade, que mostrou como o plástico participa do dia a dia das pessoas promovendo desenvolvimento, economia, saúde e bem estar.

Os visitantes puderam conhecer, também, maneiras de se descartar corretamente e reciclar plásticos como o EPS (poliestireno expandido, mais conhecido como Isopor®), o PVC, aparas de PE e de PP etc. Uma ação específica destinou para a reciclagem cerca de 10 mil credenciais da feira, feitas em PVC e coletadas nas máquinas Papa Cartão®.

Palestras técnicas, desfiles de roupas confeccionadas com PVC e modelos produzidos a partir da reutilização de produtos plásticos, como polietileno e polipropileno, mostraram a versatilidade dos plásticos na moda. Exposição de produtos reciclados e a participação dos plásticos em novas tecnologias como a impressão 3D foram algumas das atrações do estande das entidades.

Segundo Miguel Bahiense, presidente da Plastivida e do Instituto do PVC, as entidades cumpriram seu papel, levando informação sobre as boas práticas de uso e descarte dos plásticos, assim como sua reciclabilidade. “É sempre importante ressaltar os benefícios sociais e ambientais oferecidos pelos plásticos e promover a correta informação para que a sociedade possa fazer o melhor uso desses materiais”, afirma o executivo. E completa: “durante a Feiplastic 2015, todas as contribuições das aplicações dos plásticos, assim como sua reutilização e seus benefícios quando reciclados foram evidenciados, ressaltando a relevância desse produto no desenvolvimento socioambiental”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *