Museu de fotografia de Lianzhou

Lianzhou, uma pequena cidade localizada ao norte da região montanhosa de Guangdond, testemunhou por 13 anos consecutivos o surpreendente Festival Internacional de Fotografia, um dos eventos de arte fotográfica mais importantes da China.

A construção do museu de fotografia é considerada como um impulsionador do plano de revitalização do centro velho, e, ao mesmo tempo, um tributo à história da cidade. O Museu de Fotografia de Lianzhou (Museum of Photography – LMP) foi construído na estrada Zhongshan Sul, que é chamada pelas pessoas de “Rua Velha”, um local cheio de tradições locais e lembranças. Originalmente o local abrigava um velho depósito de doces, onde se realizaram os últimos 12 festivais.

O LMP é composto de dois prédios interconectados: um preservou a antiga estrutura de 3 andares, e o outro prédio, novo, em forma de U, foi construído no local de duas estruturas de madeira que foram demolidas. Uma cobertura da fachada do novo prédio forma a vista do telhado do museu, que respeita totalmente o tecido urbano da antiga cidade. Abaixo das sucessivas inclinações sinuosas da área de cobertura, tem-se várias galerias, interconectadas por corredores ao ar livre e escadas, onde acontecem várias exposições e eventos públicos sob um mesmo local. O prédio preservado e o novo prédio em forma de U formam uma variação vertical rica do interior do prédio. O jardim em forma de U entre os prédios mantém a distância e o contraste necessário entre as estruturas.

Quase todos os materiais de construção utilizados são locais. A superfície externa da cobertura da fachada contínua é composta de telhas cinzas obtidas de casas antigas demolidas que se localizavam nas zonas urbana e rural da redondeza, misturadas com xisto escuro chamado de pedra do Banco do Oeste, que também é utilizado no piso térreo e nas paredes estruturais no subsolo.

Uma coleção de janelas de madeira obtidas do depósito demolido foi introduzida na estrutura da cobertura. As fachadas das salas de exposição recentemente construídas intercalam o tradicional revestimento de “ferro branco” (aço galvanizado) com partes de muros de tijolo cinza, interligados pelos corredores de concreto e escadas protegidas com corrimões de aço preto.

O único produto não produzido localmente é o revestimento ondulado de PVC translúcido, delicado e leve utilizado na superfície interna da cobertura da fachada. Ele proporciona um pouco de calor para a estrutura arquitetônica de cores neutras (uma exigência básica para as exposições fotográficas), e a iluminação de LED por trás proporciona uma luz suave para os espaços internos de exposição.

Arquitetos: O-office Architects, Shenzhen, China

Local: Lianzhou, Qingyuan, Guangdong, China

Informação técnica: Revestimento ondulado de PVC

Créditos das fotos: Chaos Z, Chen Xiaotie

Fonte: WolderfulVinyl 31

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *