Instituto do PVC e Plastivida completam projeto de Educação Ambiental na Escola Solar Rubi, com entrega de troféus aos alunos participantes

“PLÁSTICO E O MEIO AMBIENTE” foi o tema do projeto que envolveu palestras, workshops, capacitação de professores, oficinas de criatividade e desenhos que foram realizadas com mais de 700 crianças em BH.

O Instituto do PVC e a Plastivida, em parceria com a Escola Solar Rubi e apoio da Inova BH, desenvolveram o Projeto de Educação Ambiental “Plástico, Ciência e Sociedade” na Escola Solar Rubi, em Belo Horizonte/MG.

Com o objetivo de mostrar os benefícios dos plásticos, o projeto estimulou o uso responsável dos produtos fabricados com plásticos e orientou crianças e professores sobre o descarte correto dos resíduos gerados.

Foram envolvidos mais de 60 educadores, além de cerca de 700 crianças no Projeto, que contou com diversas ações como a capacitação dos educadores para atuarem como multiplicadores pela promoção da imagem do plástico; oficinas temáticas para inserção do tema “PLÁSTICO E O MEIO AMBIENTE” nas disciplinas; palestras e exposições de produtos plásticos.

O projeto também contemplou um concurso de desenhos e de artes, destinado aos alunos do 1º ao 4º anos, sobre as atividades de conhecimento e conscientização realizadas, e um concurso de criatividade para criação de produtos com material pós-consumo, destinado aos alunos do 5º ao 9º anos, sempre relacionando esses aprendizados aos plásticos. No dia 05 de outubro, foi realizada a premiação e os vencedores receberam medalhas e troféus do Prêmio “Plástico, Ciência e Sociedade”.

Segundo Miguel Bahiense, presidente do Instituto do PVC e da Plastivida, a agenda ambiental ganha cada vez mais relevância na sociedade em geral e é por meio da educação ambiental e da informação correta que se torna possível o entendimento sobre os benefícios dos plásticos, que se cria a conscientização ambiental, as boas práticas de uso e descarte correto de plásticos, promovendo, assim, ganhos sociais, econômicos e ambientais perenes. “É com ações como a que realizamos em Minas Gerais que conseguimos mudar a relação das pessoas com os plásticos e compartilhar a responsabilidade da preservação ambiental com todos – poder público e população em geral”, afirma o executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *