Instituto Brasileiro do PVC

PVC na mídia

Plastivida dá início à implementação do Programa Pellets Zero – OCS® - Junho 2020

O Programa tem por objetivo promover a redução da perda de pellets plásticos para o ambiente marinho.


A Plastivida, licenciadora do Programa Internacional Operation Clean Sweep (OCS®), dá início ao processo de implementação do Programa Pellets Zero – OCS®. A implantação seguirá os parâmetros estabelecidos dentro do Fórum Ambiental dos Plásticos Por Um Mar Limpo, e será realizada na indústria petroquímica e nas empresas que atendem à logística dessa indústria. Na sequência, será lançada para a indústria de transformação em parceria, dentro do Fórum, com a ABIPLAST. O Programa tem por objetivo auxiliar a essas empresas na redução de eventual perda de pellets plásticos para o ambiente.


A partir de junho, as empresas que assinarem o compromisso com o Programa Pellets Zero – OCS® receberão a certificação com uma estrela e, com o processo de implementação do Programa, realizado em fases, graduações serão acrescentadas a seu certificado, até a pontuação máxima de 4 estrelas. Neste momento, a empresa poderá optar por seguir os parâmetros do OCS® Blue, conseguindo, assim a quinta e última estrela.



O sistema de estrelas foi desenvolvido no Brasil e é inovador no mundo e foi construído dentro do Fórum Ambiental dos Plásticos Por Um Mar Limpo. Aprovado pelo OCS®, pretende mostrar que essa certificação é um processo contínuo de desenvolvimento e monitoramento, feito de forma transparente e rastreável. Seu funcionamento é simples e padronizado. Cada estrela é obtida a partir das entregas das atividades necessárias para a certificação à licenciadora dentro de prazos definidos. A primeira estrela é obtida no momento que a empresa assume Compromisso com a sua licenciadora, a segunda a partir da realização do Diagnóstico das unidades, a terceira, após a elaboração do Plano de Trabalho e a quarta com a Implementação deste plano. Todo este processo tem prazo máximo de dois anos para ser concluído, mas a expectativa é que aconteça muito antes. Esse processo pode acontecer com apoio da licenciadora, que no Brasil são a Plastivida e Abiplast.


Para Miguel Bahiense, presidente da Plastivida, esse é um importante passo, resultado de anos de estudos e de dedicação sobre o tema. “A Plastivida, como licenciadora do OCS® e conveniada com o Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo – IOUSP, está realizando um trabalho consistente de mitigação da questão dos resíduos nos oceanos”, afirma o executivo. E completa: “esperamos a ampla adesão ao Programa para avançarmos nessa importante pauta ambiental. Embora a perda de pellet para o meio ambiente seja mínima quando comparado a outras fontes como a de resíduos sólidos urbanos, por exemplo, é um eventual tipo de resíduo que está dentro da Governança da indústria e por isso esta precisa fazer a sua parte”.


A base do Programa é o Manual do Programa Pellets Zero – OCS®, adaptado à realidade brasileira. O Manual busca atender às metas previstas pelo Objetivo do Desenvolvimento Sustentável nº 14 (ODS-14), de conservação e uso sustentável dos oceanos, e às assumidas pelos governos de diversos países e por organizações intencionais da sociedade civil, durante a Conferência das Nações Unidas para os Oceanos, em 2017.


Histórico


A atenção da Plastivida com a questão dos resíduos nos mares vem de longa data. Em 2011, foi lançado o Compromisso de Honolulu, com o objetivo de estimular o compartilhamento de soluções para reduzir o lixo marinho, buscando a melhoria da gestão dos resíduos em todo o mundo. Dirigido a Governos, Indústrias, ONGs e demais interessados, o documento tem o objetivo de servir como instrumento de gestão para a redução da entrada de resíduo de origem terrestre e de atividades marinhas no mar, bem como prever a retirada do material que já existe nos oceanos.


Decorrente dessa ação, no mesmo ano, foi assinada a “Declaração Global Conjunta da Indústria dos Plásticos”, da qual a Plastivida é signatária, que formaliza a posição desta indústria mundial com relação ao tema dos resíduos nos mares. Organizações ligadas à cadeia produtiva do plástico de todo o mundo se comprometeram a trabalhar em conjunto com representantes dos governos, organizações não‐governamentais, pesquisadores e outros tomadores de decisão para prevenir o lixo no mar.


Em 2012, a Plastivida firmou um convênio com o Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo – IOUSP, para se capacitar e desenvolver estudos científicos para endereçar as discussões sobre o tema no Brasil. Esse trabalho resultou, em 2016, no lançamento do “Fórum Setorial dos Plásticos – Por Um Mar Limpo”, que promove estudos, interagem com players mundiais sobre o tema e gera ações práticas, tanto de educação ambiental, quanto de solução para a questão. São signatários do Fórum Setorial dos Plásticos – Por Um Mar Limpo, além da própria Plastivida, a Abief, Abiplast, Abiquim, Abrade, Adirplast, Braskem, Dow, Instituto Brasileiro do PVC, Instituto de Engenharia, RadiciGroup Simperj, Simpesc, Simplás, Simplavi, Sindiplast, Sinplast e Sinproquim. 


Para saber mais, acesse www.porummarlimpo.org.br.


Fonte: Brazil Modal


Instituto Brasileiro do PVC - Av. Chedid Jafet, 222 - Bloco C 4º andar - Vila Olímpia - CEP 04551-065 - São Paulo - SP | Tel. 11 2148-4735 - info@pvc.org.br
Copyright © 2017 – 2020 Instituto Brasileiro do PVC